O que acontece quando se engole ou deglute a comida?

A Deglutição é um processo neuromuscular complexo responsável por conduzir os alimentos da boca até ao estômago. Este processo envolve uma sequência de movimentos precisos e coordenados de várias estruturas anatómicas do trato respiratório e gastrointestinal, por controlo voluntário (fase oral) e reflexo (fase faríngea e laríngea).

 

E quando a deglutição não acontece desta forma?

Quando existe uma alteração persistente na dinâmica das fases deste processo que cause dificuldade ou incapacidade para formar o bolo alimentar ou transportá-lo da boca até ao estômago, bem como líquidos, estamos perante uma situação de Disfagia.

Não havendo uma deglutição segura e eficaz…

As principais consequências inerentes à disfagia são o risco de aspiração de alimentos e saliva para os pulmões e, por isso, o risco de pneumonias por aspiração, a malnutrição e desidratação e, ainda, o isolamento social e risco de depressão por parte dos indivíduos que sofrem desta condição.

O que fazer?

É importante avaliar estes casos e perceber o que está por trás da condição de Disfagia, uma vez que esta pode acontecer como consequência do processo de envelhecimento ou como resultado de outras patologias, tais como AVC, Traumatismo Crânioencefálico, Parkinson, Esclerose Múltipla, Alzheimer, Cancro de cabeça e pescoço, entre outras.

Na maioria das vezes, o tratamento passa por um trabalho de equipa entre vários profissionais, entre os quais terapeutas da fala, médicos otorrinolaringologistas, fisiatras, gastroenterologistas, nutricionistas, e outros, dependendo de cada caso.

Pin It on Pinterest